Limpar e organizar, com seu filho é só começar.

Notícias - Qui, 20 de setembro de 2018 às 15:57

Na coluna deste mês vamos falar disso mesmo: limpeza e organização com o seu filho e mais, ele pode ser bem pitoquinho, acredite!
Para começar preciso saber que tipo de mãe é você? 
Daquelas “faz-tudo”, que limpa, guarda, organiza, cozinha e não dá nem chance para ninguém ajudar, afinal você faz melhor e mais rápido?
Aquela que trabalha fora e tem alguém para ajudar em casa e por isso no fim do dia se incomoda com o mínimo de afazeres domésticos?
Ou por fim, aquela que até precisa de ajuda, mas não pode contar com ninguém - ou quase ninguém?
Você tem a opção de não se encaixar em nenhuma das opções acima também, viu? Pois o foco aqui é que em nenhum dos modelos citados a criança não é incentivada a participar da divisão das tarefas domésticas. Isso acontece – provavelmente - na maioria das famílias, pois poucos sabem dos benefícios e mais, a organização da casa pode ser ensinada, incentivada e divertida com os pequenos, acredite! 
É uma oportunidade ótima para ensina-los a seguir instruções, estabelecer limites, identificar e categorizar objetos e muito mais. Não é ótimo?
E mais... pesquisas mostram que criança que é convidada para participar de tarefas domésticas tornam-se mais empáticas, ou seja, conseguem compreender melhor o outro e ajudar. Conseguiu ver vantagem? Ensinar seu filho ainda pequeno a organizar e limpar é base para que ela se importe mais com o outro!
É claro que quando falo de crianças pequenas, o objetivo não é que algo seja realmente limpo, mas que ela tenha a alicerce para ações futuras. 

Você sabia...
Que bebês com apenas 9 meses aprendem soltar objetos? 
Sim, eles podem aprender a guardar os seus brinquedinhos na caixa! Para isso acontecer, depois de brincar, o responsável canta uma canção especial para “guardar os brinquedos” e ajuda o bebê a abrir a mãozinha e soltar o brinquedo. 
Importante! Cada vez que ele abre a mão e solta o objeto no lugar, o adulto deve dar o reforço positivo dizendo que eles está de parabéns e já sabe guardar e que está aprendendo a ser organizado.
Com 18 meses eles adoram ver e imitar o que o adulto faz?
Trata-se de um marco especial no desenvolvimento ver e reproduzir. Pode ser associado à rotina diária, e ele vai adorar limpar, guardar, especialmente se tiverem suas próprias ferramentas. Uma ideia é ter seu próprio paninho e spray com água para passar na mesa, ou mesmo, o adulto varre com a vassoura grande e o pequeno com sua mini vassoura. Parece pouco, mas ele está aprendendo brincando!


Pois bem, aprenda a envolver a criança nas tarefas diárias:
O chapéu da vez... 
Crianças se divertem muito usando adereços, né? O suspense deve começar antes mesmo do chapéu aparecer, explicando que aquele chapéu mágico e os objetos podem ser “mudados de lugar” com a ajuda dele, ou seja, com o objeto eles serão guardados e organizados. A funcionalidade do chapéu é ainda maior quando você estimula seu filho a categorizar objetos por cores, tamanho, forma e tipo. A classificação é um marco importante do desenvolvimento e por isso requer prática. A ideia é colocar o chapéu e fazer a mágica acontecer, guardar todos os potes na gaveta de potes ou as frutas na fruteira. 

Adivinhe onde está?
Nesta atividade, o adulto pode separar duas ou três caixas e pedir para que a criança guarde os objetos enquanto não estiver olhando. O objetivo é quando o adulto se voltar para a criança, adivinhar em qual caixa o objeto foi guardado. Se o adulto errar, perde. Depois disso, a evolução da atividade deve ser separar por categorias, em uma caixa apenas legos, em outra apenas bonecos e outra aqueles em madeira.  

Doar faz bem também 
Esta dica além de organizar e abrir espaço nas gavetas, também ensina valores. Duas ou três vezes ao ano vale a pena ensinar seu filho a selecionar aquela roupinha que não serve mais, o brinquedo que não se brinca para doar a quem precisa. Legal começar com crianças ainda bem pequenas e ensinar o desapego.  

Depois de brincar, chega a hora de guardar
A criança pode brincar com os brinquedos dela e quando se trata de crianças pequenas, o que chama a atenção deles é o controle da TV, os potes da cozinha, é ou não é? Então, eles podem brincar com os tuppawares e já teve pesquisa inclusive justificando a importância de brincar com esse tipo de “brinquedo”. Enfim, pode brincar, mas no final a regra é ajudar a mamãe a guardar e depois que aprendeu, poderá executar a tarefa sozinho. 

O adulto é quem dá o exemplo
Sim, ensinar é importante e praticar com os pequenos também, é claro, mas o exemplo é o que confirma todo o resto. Seu bebê se espelha em você, muito mais do que você imagina. Sendo assim, não tem jeito, se não der o exemplo, não vai funcionar.

Fonte: Molly Dresner to Kinedu. 

Galeria de Fotos:


Voltar ao blog
© 2018 Spaço Mãe e Bebê . Todos os direitos reservados. Desenvolvido por